Pedal inter praças em familia e vizinho

        Hoje, 12/03/2011, no meio da tarde, rolou uma vontade coletiva de realizarmos mais um pedal em familia. A princípio. pelo despreparo físico da alguns, seria um passeio leve. Coisa que permitisse desfrutar o prazer de pedalar em familia e amigos, sem rota ou percurso engessada. Como moramos no bairro Praia do Meio e sabemos que o calçadão da praia, nas tardes dos finais de semana de sol, vira maior muvuca, com bêbados aos montes, decidimos pedalar pelas largas ruas do Tirol, que nesses dias/horários ficam bem calmas.
    Na garagem do prédio encontramos nosso vizinho, o síndico do condomínio, que está super empolgado por ter adquirido uma bike bem bacana (para nosso padrão de ciclista de lazer). Disse ele que seguindo nossas dicas, comprou vários acessórios e roupas para combinar com a nova bike. Não perdemos a deixa e o convidamos para o passeio. Ele aceitou no ato. Como tínhamos que comprar uns filmes antes, marcamos a saída oficial da Praça Cívica, as 16h. Saímos no passeio, eu (Milttão), Lucia, Bia, Soares e Juliana, minha cunhada, no carro de apoio. O apoio era mais para ampará Bia, nossa filhota que ainda  tá com pouco preparo físico e técnico. 
Av. Rodrigues Alves. Foto menor superior: Praça Cívica.

      Saímos pedalando da Praça Cívica e passamos pelas ruas Potengi e Rodrigues Alves, rumo a praça Augusto leite, sem pressa e prestando atenção no verde que ainda existe, nos prédios novos e antigos, nas casas com jardins, tudo isso num trânsito bem calmo da tarde de sábado. Vez por outra, encontrávamos pequenos grupos de ciclistas, ao que parecia, com a mesma intenção nossa: Lazer saudável a pedal em familia e amigos. 

     Lembrei que na quinta que antecedeu o carnaval dei uma entrevista a SIM TV, dias depois de uma outra sobre o CARNACICLO. Essa nova entrevista, que deverá ir ao ar por esses dias, enfocará as vantagens e desvantagens de pedalar nas ruas e nas bicicletas estacionárias caseira ou de academia. Do ponto de vista da segurança e do controle e manutenção do ritmo fisiológico, as bicicletas estacionários (ergométricas) dão de 10 a 2; Mas, nos itens interação social e conhecimento de lugares, pedalar ao ar livre é insuperável. Assim que souber o dia e horário que a entrevista irá ao ar, postarei aqui.

     O passeio estava tão bom que liguei para minha outra filha (Clara) e a convidei para integrar o passeio. Ele aceitou, mas como tinha pouco tempo livre, teríamos que ir buscá-la em Lagoa Nova, ampliando o curso original e nos forçando transitar por ruas de trânsito intenso e perigo. Com isso, nossa meta agora era irmos a uma outra praça, que agora não lembro nome, que fica entre as avenidas Lima e Silva e Jerônimo Câmara, próximo ao CAIC Esportivo.
      Foi muito legal pedalar em familia e amigos e ainda malhar em equipamentos de ginástica que existem em algumas praças.  Nessa área do bairro Lagoa Nova, por exemplo, existem belas praças que, de tão próximas que estão, parecem que são continuas. Porque será que na maioria dos bairros da zona oeste de Natal as praças ficam tão distantes que ainda nem existem. É uma sacanagem. Mas...agora,,,é hora de lazer...vamos pedalar.     
Clara e eu. Nas fotos menores. com Lucia e Soares.

Comentários

  1. Ah, Milttão, eu sei que o meu comentário está atrasadíssimo, mas também você não tem muito o direito de reclamar, este post foi o último que você fez. rsrsrs Não podia deixar de deixar aqui a minha impressão carinhosa desse seu relato. Confesso que tenho uma bicicleta que, coitada, já está até meio enferrujada, com os pneus murchos, bandonada, a pobre, fiquei motivada em renová-la para experimentar as sensações que você transmite. Se o fizer, com certeza será algo bem mais comedido, antes que me convide para as suas aventuras ciclisticas. rsrsrs bjs Parabéns pela família maravilhosa.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se desejar, deixe aqui seu comentário. Ele será muito importante.

Postagens mais visitadas deste blog

Mais um crime ambiental e urbanístico. Ergue-se o 33º barraco irregular na ZPA7 de Natal

Ambientalistas lançam a #SuperSemanaDoManguezal2017

Próximo sábado, 04/03, ainda terá carnaval em Natal e dentro do mar