Mapa Geral do Complexo Bom Pastor

Mapa geral da proposta do educador Milton França Junior para o futuro Complexo Municipal Bom Pastor. Nesta versão 1, ele sugere os seguintes equipamentos socioambientais, educacionais ou administrativos:


1) Espaço ecológico de esporte, cultura e lazer Ecoparque Bom Pastor. Será implantado ao lado e atrás da Escola Francisca Ferreira. Foi desenvolvido tecnicamente pela SEMURB e será mantido pela SEJEL);



2) Reserva Ambiental e o centro de pesquisa, cuidados técnicos e visitação orientada Zoológico Mangue Vivo. Será implantado em área da ZPA8ZO, quase em frente da citada escola e desenvolvido e mantido pela SEMURB;



3) Laboratório Bidimencional (físico e virtual) de Referência em Experiências Ecológicas, com o nome provisório, EcoEscola24h. Será implantado na Escola Municipal Francisca Ferreira e será desenvolvido e mantido pela parceria SME-UFRN.  


O projeto seguinte pode está ou não incluído no complexo, a depender de um acordo de parceria com a CHESF e a EMATER. 
4) Núcleo de educação e práticas agroecológicas e produção de mudas, renda e alimentos Estação Verde Bom Pastor. A ser implantado nos terrenos não edificantes junto as torres de alta tensão da CHESF no bairro Bom Pastor e terá um Horto, um Viveiro-Escola e uma Horta-Escola e programas para apoiar o desenvolvimento de Hortas comunitárias e familiares e de produção vegetal e confecção de arranjos em casa, que receberão um selo social e podem ser comercializados em floriculturas parcerias e feiras especializadas. A SENSUR deverá formar parceria com CHESF e EMATER.

 


5) Sugere-se também o desenvolvimento, pelo menos dos primeiros encaminhamentos, do Complexo Municipal Técnico-Administrativo Bom Pastor: Nele poderá ter as sedes próprias para: SEMURB, a SENSUR, a Guarda Ambiental (no terreno municipal marcado com um X vermelho no mapa principal. Atualmente, o terreno está ocupado por uma precária favela). Também poderão ser instalados na área, se couber, ou em terrenos nas proximidades as sedes próprias da: SME,  SEJEL e outras. O complexo muito facilitaria a vida do cidadão e evitaria muitos gastos e constrangimentos com aluguéis. Para a zona oeste de Natal e particularmente, Bom Pastor e proximidades, os dos complexos seria o máximo dos sonhos e felicidade.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Outra proposta para apreciação e apoio, pois não cabe só ao governo municipal de Natal, é da Reserva Ambiental Jundiaí-Potengi, que teria diálogos produtivos com alguns dos projetos do Bom Pastor, principalmente, a Reserva e Zoológico Mangue Vivo. 
  
Esse mapa abaixo mostra uma ideia aproximada da minha proposta inicial para a Reserva Ambiental Jundiaí-Potengi, que deve ser alvo de apreciação por todos os interessados e, em especial, pelos colegas Amigos do Mangue, no sentido de servir de ponto de partida para os necessários debates produtivos com todos os atores interessados na questão, buscando 


Com um pouquinho de vontade coletiva e política será possível desenvolver o turismo na região da futura Reserva Jundiaí-Potengi. 
Para os que acham que minha teimosia é passageira e a elaboração e apresentação pública dessas propostas tem finalidade eleitoreira e financeira, eu DIGO NÃO, pois nunca estive (nessa vida) e nem estou filiado a partidos. Quando a enriquecer, não mais me estimula. Há tempo saiu da pauta das minhas prioridades. O projeto abaixo, que desenvolvo ininterruptamente há quase 14 anos, dá a tônica da seriedade e dedicação que tenho naquilo que acredito...ser útil. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mais um crime ambiental e urbanístico. Ergue-se o 33º barraco irregular na ZPA7 de Natal

Próximo sábado, 04/03, ainda terá carnaval em Natal e dentro do mar

O Bloco HIDRONAPRAIA fará 2ª #HidroFoliaNaPraia por causa nobre.