Grupo Ambientalista Mangue Vivo e seu projeto principal

O Grupo Ambientalista Voluntário Mangue Vivo (Grande Natal) - GAVMAV foi criado em 2012 e é liderado por esse professor de educação física estadual e municipal de Natal que vos escreve. Até pouco tempo denomina-se Movimento Mangue Vivo. É formado totalmente por voluntários ambientalistas e simpatizantes, profissionais e estudantes de diversas áreas.  Ainda é juridicamente informal, ou seja, ainda não é ONG ou OSCIP formalizada. Seus componentes atuam por projeto ou conforme demandas ativistas.

Como o próprio nome sugere, o GAVMAV tem como principal finalidade ajudar a valorizar, preservar, recuperar e qualificar para uso sustentável estuários e florestas de mangues, nascentes e rios e outros recursos naturais e culturais e ecossistemas associados, fundamentais para a manutenção da vida biodiversa e sustentável, prioritariamente na região e entorno do complexo estuarino Jundiaí-Potengi (Natal, Macaíba e SGA) e o complexo dunar do Guarapes (ZPA-4/Natal), promovendo também a valorização, inclusão e qualificação das comunidades humanas ribeirinhas da região.

Como ações estratégias básicas temos:
1) Monitoramento e denúncias de agressões regulares ao meio ambiente local;
2) Realizações de estudos, projetos, programas e ativismo para criação e desenvolvimento de Unidades de Conservação da Natureza e Polos de Serviços Focados em Turistas, conforme o perfil de necessidades e potencialidades de cada localidade;
3) Pelo momento e as necessidades atuais de Natal, priorizaremos o Projeto Parque Ambiental e Ecoturístico dos Guarapes e seus Acessos e subprojetos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mais um crime ambiental e urbanístico. Ergue-se o 33º barraco irregular na ZPA7 de Natal

Próximo sábado, 04/03, ainda terá carnaval em Natal e dentro do mar

O Bloco HIDRONAPRAIA fará 2ª #HidroFoliaNaPraia por causa nobre.