Onde anda o projeto da Marina Oceânica de Natal?



Segundo o Blog do BG, empresários franceses da empresa New Co Marine apresentaram em reunião realizada na na manhã de 26/03/2014, no auditório da Fecomercio novas propostas para construção da marina de mar aberto na Via Costeira (atrás do hotel Barreira Roxa e do Instituto de Biologia Marinha da UFRN). 
Na ocasião, a engenheira da New Co Marine, Jeanne Guerin-Chabanet, apresentou três projetos da marina, com possibilidade de ajustes, que incluem uma oficina para reparos de barcos e um posto para abastecer as embarcações que não trazem nenhum dano ambiental na área destinada a marina. O representante da superintendência do Patrimônio da União, Nelor Barbosa afirmou que é possível a regularização da marina após os estudos ambientais mais profundos dentro das normas exigidas pelo órgão. A reunião foi aberta pelo então secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde) Fernando Bezerril, que sua secretaria tem o maior interesse no projeto da marina da Via Costeira que dá partida ao desenvolvimento do turismo náutico na cidade. Segundo ele “O prefeito Carlos Eduardo é um entusiasta desse projeto que visa atingir outro tipo de turista de maior poder aquisitivo e que trará benefícios na geração de empregos e renda, além de proporcionar a profissionalização de jovens”.
O secretário sugeriu aos franceses que no complexo da marina seja incluída a escola de velas para treinar jovens da comunidade do bairro de Mãe Luiza, o que foi aceito pela equipe de técnicos da New Co Marine. O diretor executivo da Fecomercio, Marcus Guedes informou que, devido a compromissos em Brasília, o presidente da entidade, Marcelo Queiroz não estaria presente, mas deixou a mensagem de compromisso da federação em abraçar o projeto para Natal dar um salto de qualidade com o desenvolvimento do turismo náutico.
O grupo francês escolheu Natal pelo grande potencial que a cidade oferece. Além de possuir uma rede hoteleira que atenderá a expectativa da clientela, conta também com o desenvolvimento náutico que surgirá com a criação do GT Náutico RN, e ainda com aspectos econômicos, sociais, naturais e turísticos propícios à construção do projeto da marina. “A área onde a marina pode ser construída está inóspita e pode receber uma ótima função a partir deste projeto. Seguindo as leis ambientais, vai ser possível construir mais uma atividade para o trade turístico de Natal”, reforçou Fernando Bezerril.
As propostas para construção da marina sustentável incluem área com uma atracação para 168 barcos de até 15 metros e calados de 5 metros e ainda 58 vagas para embarcações de até 12 metros. O custo do projeto sofreu redução, avaliando em pouco mais de R$ 100 milhões, com parte sendo financiado pelo Banco do Nordeste. O próximo passo agora será cumprir todas as exigências requeridas pelos órgãos ambientais. Pelos cálculos dos representantes do Idema e Patrimônio da União todo esse processo deverá levar pouco mais de um ano.
Participaram da reunião Francisco Carlos Cavalcanti, superintendente estadual do Banco do Nordeste; Marjorie Madruga, Promotora da Procuradoria Geral do Estado e coordenadora da Câmara Técnica de Meio Ambiente e Sustentabilidade (CTMAS/PGE/RN); Marcelo Zsigmond (Amanáutica); Jamir Fernandes Júnior (IDEMA); Jean-Marie Barbero, Sergio Azzaretto e Carolina Fernandes Martins, pela New Co Marine: Laumir Barreto, assessor executivo da Fercomercio; Marcelo Alvim, chefe de gabinete da Seturde e Carlos Sodré, engenheiro ambiental, e o consultor de turismo.


Definição do projeto da Marina Oceânica de Natal. 

Segundo o Portal Potiguar Notícias, Em 09/02/2015 os empresários franceses Jean-Marie Barbero e Sergio Azzaretto da New Co Marine confirmaram ao secretário municipal de Turismo (Setur), Fernando Bezerril a vinda a Natal no início de março e confirmaram que o projeto de construção da marina de mar aberto na Via Costeira continua evoluindo, inclusive com um sócio interessado. Segundo Fernando Bezerril, os empresários estarão providenciando também em Natal encaminhamentos de documentação junto aos órgãos de meio ambiente. 

A proposta dos franceses é construir a marina na Via Costeira nas imediações do Hotel Barreira Roxa e entre os principais hotéis da cidade. O investimento previsto é de 40 milhões de euros e terá capacidade para receber 350 embarcações, além de uma estrutura que será montada na área da marina com cursos de formação das profissões do mar em parceria com a Federação do Comércio do RN, por meio do SENAC e Hotel Barreira Roxa. “ A proposta dos franceses com a implantação do projeto da marina da Via Costeira é fidelizar os iatistas permanentes, os quais encontrarão em Natal um ponto de partida atraente para as suas viagens ao redor do mundo e também a reparação de seus barcos, além de estabelecer escola profissionalizantes com jovens para trabalhar na atividade náutica”, salientou Fernando Bezerril.

CONSULADO PEDE APOIO A SETUR NATAL

O consulado honorário da França em Natal entrou em contato hoje com o secretário Fernando Bezerril para atuar junto com a Aliança Francesa de Natal para captar profissionais natalenses interessados em fazer estágios de trabalho no Canadá. No período de 8 a 11 de março, a representante daquele País, Perla Hara Ruiz estará fazendo palestras na Aliança Francesa sobre essa proposta. Segundo a relações públicas da Aliança Francesa Emanuella Reynaud, os países de língua francesa interagem em várias iniciativas e daí está apoiando a solicitação do Canadá. Podem participar da palestra profissionais da área de medicina, engenharia, contabilidade, administração e enfermagem. A Aliança Francesa também estará pronta para apoiar na capacitação de jovens natalenses na língua francesa quando forem recrutados para a escola náutica montada pela New Co Marine, com a implantação da marina da Via Costeira.

Passados 2 anos da última notícia, não temos mais notícias do projeto dessa marina na Via Costeira, que terá meu apoio se obedecer os preceitos ambientais. Vou sondar e postarei novidades aqui, em breve.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mais um crime ambiental e urbanístico. Ergue-se o 33º barraco irregular na ZPA7 de Natal

Próximo sábado, 04/03, ainda terá carnaval em Natal e dentro do mar

O Bloco HIDRONAPRAIA fará 2ª #HidroFoliaNaPraia por causa nobre.