Evento lança o projeto de iniciativa popular CicloParque1 que busca melhorar a orla de Natal



O EVENTO:

Neste domingo, 3/6, Dia Mundial da Bicicleta, entre 8 e 17h, dentro da programação da Semana do Meio Ambiente de Natal, será realizado o 1º Simulado do Projeto CicloParque1, tque também poderá ser chamado de #DiaDeCicloParque1.



Nesta primeira experiência, agentes de trânsito da STTU fecharão para carros e motos, entre 8 e 17h, quase 700 m de orla do bairro de Santos Reis, vizinho a Praia do Meio. O trecho controlado vai do viaduto até um pouco depois dos quiosques-bares e o parquinho infantil, sem maiores prejuízos para o trânsito na região. Os agentes indicarão locais alternativos para estacionamento nas proximidades e, inclusive, vagas internas exclusivas para pessoas com baixa mobilidade. 

O trecho em teste, já possui vários equipamentos e mobiliários urbanos, como: quiosques e quiosques-bares, um campo de futebol, uma quadra poliesportiva, ciclovia e parquinho infantil (embora alguns careçam de reparo e adequações), áreas de caminhada e corrida, baterias de banheiros (que foram recentemente privatizados) e duchas e áreas de descanso e contemplação com vistas inclusive para o mar e recifes de Natal. A ideia é desenvolver gradualmente um complexo poliesportivo ótimo para caminhar, pedalar, correr, pular corda, patinar e mesmo apenas para contemplar pessoas, a orla e o mar. Numa edição futura serão organizados espaços aquáticos, ao lado do trecho ciclável, para estimular atividades aquáticas como natação, canoagem e SUP-Stand up Paddle e snorkeling.

Nos simulados de parque e, possivelmente, até mesmo quando esse for oficialmente criado e estruturado, as muitas atividades citadas acima serão de iniciativa espontânea pelos grupos e pessoas interessadas. Para evitar possíveis conflitos em disputas por espaços, os interessados nas próximas edições necessitarão agendar alguns espaços por  horários da área controlada. 

O projeto CicloParque1, conforme a necessidade e decisões estratégicas, poderá crescer e incorporar outras praças e largos no sentido sul, norte e até oeste (rumo ao Circuito Histórico) e melhorar seus acessos para ciclistas, pedestres, patinadores e cadeirantes. A principal referência geográfica do CicloParque1 será o CicloZero, um marco referencial zero e estratégico tanto para a rede cicloviária de Natal quanto para o futuro parque. Ele foi implantado recentemente ao lado do viaduto de Santos Reis e ia ciclovia.

Além das atividades espontâneas haverá também, ao menos, uma atividade desenvolvida por um ou mais órgãos municipais e/ou outros parceiros. Nessa primeira edição, por ser o Dia Mundial da Bicicleta e já está na programação da Semana do Meio Ambiente, será realizado uma edição especial do #CicloNatal, um passeio ciclístico de aproximadamente 10km, que é organizado pela SEL- Secretaria de Esporte e Lazer de Natal e apoiado pela STTU- Secretaria de Mobilidade Urbana, Secretaria de Educação e outros parceiros. 
 Venha e traga sua família e amigos para vivenciar o simulado de um Parque Esportivo e de Lazer Saudável na Orla Central de Natal.

 OBJETIVO O objetivo dos simulados ou #DiaDeCicloParque1 é servir de testes pilotos para ajudar na melhor assimilação de necessidades de infraestrutura e gestão e dos interesses que contribuam na formatação de um modelo de parque urbano aberto, flexível e participativo em Natal, inclusive, na sua concepção, desenvolvimento e expansão. 

 A INICIATIVA: O Projeto CicloParque1 é uma iniciativa popular, idealizada e capitaneada por Milton França Júnior, professor municipal de educação física, professor de Hidroginástica e Natação no Mar, Conselheiro do CREF16, Ex-Membro do Conselho de Planejamento Urbano e Meio Ambiente de Natal, ativista socioambiental e da mobilidade sustentável, morador do bairro Praia do Meio e membro da associação de moradores do seu bairro. 

 APOIO: O projeto já conta com apoio da AMA-PM Associação dos Moradores e Amigos da Praia do Meio, de vários quiosqueiros do setor e das secretarias municipais STTU, SEL, SME e Semurb. O atual prefeito, mesmo num concorrido evento de inauguração deu-nos atenção e demonstrou interesse em conhecer o projeto CicloParque1. Encarregou a titular da STTU a agendar uma apresentação formal do projeto de iniciativa popular. Pretendemos ampliar essa rede de apoio ao projeto, a cada novo simulado e, principalmente, conseguir que a Prefeitura de Natal adote oficial e integralmente o projeto idealizado e testado e faça as qualificações estruturais necessárias e melhore os acessos ao CicloParque1. 

 Para estimular o prefeito, além de tentar apresentar o projeto, visando mostrar apoio popular e até institucional, o idealizador fará uma petição pública (abaixo-assinado) online e em papel requerendo que todos que apoiam o projeto se manifestem e que o chefe do executivo de Natal, percebendo o valor do projeto e grande apoio, adote integralmente o projeto e coloque a disposição desse todo empenho para que esse se concretize e cresça e melhore cada vez Natal, tanto para moradores quanto para visitantes da cidade, com efeito positivo na qualidade de vida socioambiental e no setor econômico e na empregabilidade e geração de renda.

O CICLOPARQUE 1 A ideia nasceu buscando desenvolver, numa parceria comunidade-usuários, governo municipal e setor privado, o primeiro parque municipal linear de esporte, cultura, educação, lazer e negócios afins, com base no ciclismo , pedestrianismo e outros esportes cíclicos, inclusive, aquáticos, a partir da orla central de Natal. A ideia original surgiu em 2012 e o parque nasceria na Redinha e poderia crescer para a orla central. Agora o projeto fará o caminho inverso. O projeto #CicloParque1 não chega pronto, é um esboço para ser discutido e formatado pelos futuros usuários, dentro da atual realidade financeira que vive a cidade e o país e as amplas demandas sociais e dificuldades de geração de emprego e renda. O parque nascerá em espaço relativamente pequeno, mais extremamente estratégico, visível e vocacionado. 

 O CicloParque1 nascerá quebrando o sólido paradigma de que projetos de parques e reordenação de orlas, por exemplos de projetos urbanísticos, só nascem nos gabinetes, em escritorios famosos ou mesmo em universidades em estressantes projetos de finalização de curso. Esses projetos costumam chegar já formatados (engessados) para ser aplicado de goela a baixo ou para fins eleitoreiros e colocados no fundo do baú e esquecido pelo governante sucessor contrário ou não ao apoiador que lançou. Quando fazem audiências públicas protocolares, elas são mais informativas que discursivas ou deliberativas. Os necessários técnicos e escritórios, nesse projetos, serão bem vindos para realizar os ajustamentos (quando necessário) e os necessários estudos e detalhamentos técnicos e a outras formalidades, sem esquecer a origem e os princípios que permitiram nascer o projeto. 

CICLOPARQUE1 COMO ATRATIVO E VETOR DE DESENVOLVIMENTO

Como o próprio nome e a logo provisória sugerem, o CicloParque1, embora de vocação e intensão oportunidade poliesportiva, priorizará inicialmente o ciclismo (atividades com uso de bicicletas e afins), embomas sim ao estímulo aos esportes de mobilidade cíclica, como pedalar, caminhar, correr, nadar, remar, etc. O projeto poderá expandir-se com baixo investimento financeiro, no sentido sul, norte e até oeste de seu local de nascimento, para configurar-se como o maior complexo poliesportivo de Natal e um importante e novo vetor / catalisador eventos e negócios com base base nesse complexo organizado no formato de parque e, inclusive, atrair mais turistas, especial para se hospedarem e frequeafins em Natal e uma referência e estímulo para novas iniciativas populares de criação de parques e de outros obras estruturantes.

 Assim, esse projeto idealizado por um profissional da Educação Física e professor municipal da própria cidade tem tudo para cair no gosto da população local e de turista e, por isso, esperamos a aceitação do novo titular do executivo municipal. Vida longa aos que amam essa orla e cidade e provam.


Comentários